Irã registra 1ª morte pela gripe

Teerã, 26 ago (EFE).- As autoridades iranianas confirmaram hoje que uma mulher de 36 anos é a primeira vítima fatal da nova gripe no Irã, onde existem 285 casos reconhecidos.

EFE |

Segundo o diretor do Programa de Gripe e Prevenção Fronteiriça do Ministério da Saúde iraniano, Mahmoud Soroush, a vítima "era viciada em drogas e sofria de uma doença respiratória crônica" "Tinha sido hospitalizada várias vezes e seu sistema imunológico era muito frágil", o que contribuiu para sua morte, disse Soroush, citado pela agência de notícias "Isna".

O funcionário aproveitou seu comparecimento para alertar novamente os grupos de risco, especialmente as grávidas, recomendando que saíssem de casa o mínimo possível.

O Irã detectou seu primeiro caso da nova gripe em 22 de junho no aeroporto de Teerã, em um jovem adolescente que retornou a seu país procedente dos Estados Unidos.

Há algumas semanas, advertiu que o maior foco infeccioso no país são os peregrinos que retornaram de lugares santos na Arábia Saudita, por isso se proibiu as viagens aos santuários de Meca e Medina durante o atual mês do Ramadã. EFE jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG