Irã realiza simulação de guerra com mísseis a partir de domingo

TEERÃ (Reuters) - A Guarda Revolucionária do Irã fará exercícios de defesa com mísseis nos próximos dias, a partir de domingo, para estimular a capacidade de intimidação da República Islâmica, informou a mídia iraniana. O anúncio feito neste sábado coincide com o aumento da tensão sobre a disputa nuclear que envolve o Irã e o Ocidente, após Teerã revelar que estava construindo uma segunda usina para enriquecimento de urânio.

Reuters |

Os relatos não informaram os tipos de mísseis que poderiam ser usados na simulação. Em maio, o Irã disse que estava testando mísseis que analistas de defesa disseram que poderiam atingir Israel e as bases dos Estados Unidos no Golfo.

Os Estados Unidos, que suspeitam de possível criação de bombas nucleares no Irã, já expressaram preocupação sobre o programa de mísseis.

O Irã conduz com frequência exercícios de guerra ou teste de armamentos para mostrar sua firmeza em conter qualquer ataque inimigo.

Um comunicado citado por agências de notícias iranianas disse que o objetivo dos exercícios realizados pela força aérea da Guarda Revolucionária seria "aumentar a capacidade de intimidação das forças armadas iranianas".

O general Hossein Salami, chefe da força área da Guarda, disse que as simulações poderiam incluir lançamentos simultâneos de mísseis com alvos, informou a Guarda em sua página na Internet.

Os exercícios vão durar alguns dias e acontecerão em diversas localidades.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG