Teerã, 27 out (EFE).- O vice-comandante do Exercito do Irã, general Abdul-Rahim Moussavi, afirmou hoje que a linha defesa do Irã no Golfo Pérsico deve ser expandida.

"A linha defensiva da República Islâmica do Irã em águas do sul deve chegar além do Golfo Pérsico, do estreito de Ormuz e inclusive do mar de Omã", afirmou Moussavi em declarações reproduzidas pela agência oficial de notícias "Irna".

Moussavi fez seus comentários durante a inauguração da segunda zona marítima do Exercito iraniano, no porto de Yask, no litoral do Golfo Pérsico, no sul do Irã.

"O porto de Yask é uma zona estratégica ao se tratar da entrada para águas do sul do Irã, e a criação desta nova zona marítima incapacitará o inimigo em caso de um possível ataque", disse.

Segundo ele, esta nova zona não era necessária no passado, "mas levando em conta que a ameaça foi além do regional, a Armada iraniana tinha que se fortalecer".

O general Moussavi disse, além disso, que as forças do Exército e o corpo de elite dos Guardiães da Revolução são coordenados e tem estreita cooperação no Golfo Pérsico. EFE msh/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.