Várias pessoas foram detidas após confrontos religiosos no domingo na cidade de Zahedan (sudeste), cenário de um atentado que matou 25 pessoas semana passada.

"Ontem (domingo), algumas pessoas tentaram criar divisões entre xiitas e sunitas na região, mas a situação voltou a ser de calma com a intervenção das autoridades e de líderes religiosos da província", declarou o subcomandante da polícia, general Ahmad Reza Radan.

"Pessoas que tentaram criar um clima de insegurança na cidade foram detidas", acrescentou.

Um atentado suicida contra uma mesquita xiita de Zahedan, capital da província de Sistão-Baluchistão, deixou 25 mortos e 125 feridos na quinta-feira passada.

Três homens considerados culpados de cumplicidade no atentado, atribuído a um grupo rebelde sunita denominado Yundallah (soldados de Deus), foram enforcados no sábado.

afp/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.