Irã prende turistas americanos na fronteira com Iraque

Três turistas americanos foram detidos nesta sexta-feira pelas autoridades iranianas depois de cruzarem a fronteira entre o Iraque e o Irã, informou a rede de televisão CNN.

AFP |

Citando um funcionário da região, a CNN afirmou que os turistas foram detidos quando estavam passeando pelas montanhas do norte do Iraque, precisamente em Ahmed Awa, uma zona turística a 90 km de Suleimaniyeh, a segunda cidade do Curdistão iraquiano.

"Três ocidentais, com mochilas, cruzaram a fronteira iraniana em Ahmed Awa" antes de ocorrer o incidente, disse o funcionário.

O embaixada dos Estados Unidos em Bagdá recebeu a notícia, mas ainda não pode confirmá-la, segundo a CNN.

O Irã não mantém relações diplomáticas com os Estados Unidos.

De acordo com o responsável curdo citado pela CNN, os três turistas ligaram para um amigo que tinha ficado no Iraque para informá-lo que estavam perdidos e cercados por militares.

"Vocês não são iraquianos, são americanos. Este é um período muito tenso", teria dito um dos policiais aos turistas, segundo o amigo.

Mais cedo, o canal de TV Al-Jazeera, do Qatar, informara que três turistas americanos tinham sido sequestrados no norte do Iraque.

As relações entre Irã e Estados Unidos são tensas há muitos anos. Teerã era considerado pelo ex-presidente americano George W. Bush um integrante do "Eixo do Mal" de países que apóiam o terrorismo.

Apesar da abertura iniciada pelo atual presidente americano, Barack Obama, em relação ao Irã, a tensão se agravou nos últimos meses entre os dois países, devido as ambições nucleares de Teerã e os resultados polêmicos das eleições iranianas de 12 de junho.

Leia mais sobre Irã

    Leia tudo sobre: ahmadinejadcnneuaeua no iraqueirãobama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG