Irã planeja construir reator de fusão nuclear

Ocidente exige que Teerã suspenda as polêmicas atividades de seu programa nuclear

Reuters |

O Irã afirmou neste sábado que planeja construir um reator experimental de fusão nuclear, informou a televisão estatal, em um momento no qual o Ocidente está exigindo que Teerã suspenda as polêmicas atividades de seu programa nuclear.

Em 2006, o Irã anunciou que estava dando prosseguimento com os testes sobre fusão nuclear, um tipo de reação atômica que ainda precisa ser desenvolvida para ser usada como geração de energia, mas agora houve a primeira menção em anos sobre a continuação do projeto.

"Precisamos de dois anos para completar os estudos sobre a construção e outros dez anos para desenhar e construir o reator", afirmou Asqar Sediqzadeh, chefe do Centro de Pesquisas de Fusão Nuclear do Irã, à Press TV, que é iraniana mas usa a língua inglesa.

Os Estados Unidos e seus aliados europeus suspeitam que o Irã esteja tentando construir uma bomba atômica e impuseram sanções ao país para tentar convencê-lo a deixar de lado o programa nuclear. Teerã afirma que os trabalhos têm fins apenas civis, não militares.

O chefe nuclear do Irã, Ali Akbar Salehi, disse que o país está pronto para cooperar com a comunidade internacional sobre o projeto de fusão nuclear, informou a agência de notícias estudantil Isna, sem mencionar o plano para construir o reator.

"A fase científica do projeto de pesquisa de fusão nuclear esta sendo lançada sem limites orçamentários", afirmou Salehi. Reatores nucleares comerciais utilizam fissão nuclear, um processo que gera energia a partir da divisão de átomos.

    Leia tudo sobre: Irãprograma nuclearONUConselho de Segurança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG