Irã pede para Obama abrir novo capítulo de relações com o país

Teerã, 20 jan (EFE)-. O ministro de Assuntos Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki, pediu hoje ao novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para abandonar a política adotada pelo antecessor, George W.

EFE |

Bush, e para abrir um novo capítulo de relações com o Irã.

"Obama tem duas opções: ou seguir as mesmas políticas de Bush, embora mudando o discurso, ou se dedicar aos interesses nacionais do povo americano e agir com franqueza", disse Mottaki em entrevista à televisão pública do Irã.

"No primeiro caso, receberá do Oriente Médio a mesma resposta que obteve Bush. Mas, se escolher o caminho certo, nos compensar pelo passado, acabar com a animosidade e a hegemonia e revisar os erros políticos anteriores, não seremos hostis", afirmou.

Neste sentido, o chefe da diplomacia iraniana sugeriu ao novo líder da Casa Branca que dedique tempo a conhecer o povo iraniano antes de decidir sua política com Teerã.

"Esperamos que o otimismo se torne realidade, mas os fatos nos obrigam a ser pessimistas", explicou.

Na quinta-feira, o atual presidente, Mahmoud Ahmadinejad, deixou entrever que o Irã estaria disposto a iniciar uma nova relação com os Estados Unidos sempre e quando houvesse uma mudança de atitude sincera e profunda. EFE msh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG