Irã nega negociações secretas com EUA

Teerã, 1 fev (EFE).- O Irã negou hoje ter mantida negociações oficiais secretas com os Estados Unidos e afirmou que não as terá até que Washington não mude sua 1política agressiva.

EFE |

"Até hoje, não houve nenhum tipo de contato oficial com os norte-americanos", disseo ministro de Inteligência iraniano, Gholan Hussein Mohseniejeie, hoje à emissora de local "PressTV".

O ministro, no entanto, não descartou que tenha havido algum tipo de aproximação extra-oficial.

"Houve momentos, em algumas conferências e encontros, em que representantes iranianos cumprimentaram colegas de outros países.

Seguirá sendo assim no futuro, mas a isso não se lhe pode denominar negociação", ressaltou.

"As negociações demandam certos requisitos" que, segundo ele, não ocorreram na Administração americana passada, presidida por George W. Bush.

Dias atrás, o diretor-executivo da seção americana da organização Pugwash, Jeffrey Boutwell, afirmou que altos representantes dos Estados Unidos e do Irã tinham mantido reuniões secretas, primeiro na Holanda e depois na Áustria.

Estes encontros teriam reunido o ex-secretário de Defesa americano, William Perry, quem participou ativamente da campanha de Barack Obama, segundo Boutwell, cujo grupo foi agraciado em 1995 com o prêmio Nobel da Paz. EFE jm/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG