Irã nega incursão de soldados na fronteira com o Iraque

O Irã negou nesta sexta-feira que soldados iranianos tenham invadido a fronteira iraquiana e capturado um poço de petróleo em uma região disputada pelos dois países. A Companhia Nacional Iraniana de Petróleo disse, por meio de um comunicado, que nega que soldados iranianos tenham capturado qualquer poço de petróleo dentro do Iraque, de acordo com a agência de notícias iraniana Mehr.

BBC Brasil |

O ministro do Interior do Iraque, Ahmed Ali Al-Khafaji, que inicialmente dissera que o incidente não teve importância, por se tratar de uma área abandonada em uma seção da fronteira disputada pelos dois países, afirmou posteriormente que a incursão desta sexta-feira foi a última de uma série nesta semana.

"Às 15h30 desta tarde, 11 soldados iranianos infiltraram a fronteira Irã-Iraque e tomaram o controle de um poço de petróleo. Eles hastearam a bandeira iraniana e ainda estão lá neste momento", afirmou Al-Khafaji à agência de notícias Reuters.

Segundo o ministro, o governo iraquiano não tomou nenhuma ação militar contra a incursão, mas advertiu que buscará uma resposta diplomática dura.

O incidente também foi confirmado por um porta-voz do Exército americano à agência France Presse.

O vice-ministro das Relações Exteriores do Iraque, Mohammed Haj Aziz, disse que o governo iraquiano estuda convocar o embaixador do Irã no país no sábado para pedir explicações sobre o ocorrido.

Incidentes como esse já aconteceram outras vezes antes na fronteira entre o Irã e o Iraque, que nunca foi claramente delineada após a guerra entre os dois países nos anos 1980.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG