Irã não se ajoelhará diante de seus opressores, diz Ahmadinejad

Teerã, 26 jul (EFE)-. O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou hoje que seu país não vai ser ajoelhar diante das insaciáveis reivindicações dos opressores, informou a agência oficial iraniana de notícias Irna.

EFE |

A declaração do governante aconteceu durante a cerimônia de inauguração de um setor de uma fabrica de automóveis na cidade de Mashhad, localizada na província de Khorasan, no noroeste do país.

"O Irã quer encontrar um entendimento dentro de um ambiente de dialogo justo e lógico, mas as potências do mundo não devem pensar que vamos nos ajoelhar diante de suas insaciáveis reivindicações, não tem nem mesmo educação", afirmou.

Ahmadinejad disse que os países ocidentais se concentram apenas "nos pontos fracos do Irã, e diminuem a importância de suas vitórias, porque a velocidade do desenvolvimento do Irã assombrou o mundo".

"O iraniano sempre foi um povo pioneiro no mundo tanto na ciência como na cultura e na economia, mas ficou para trás nos últimos 400 anos por culpa de dois ou três regimes fracos que não tinham identidade", afirmou Ahmadinejad, em referência às dinastias que governaram o Irã antes da revolução islâmica de 1979. EFE msh/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG