TEERÃ (Reuters) - Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano informou nesta quarta-feira que ele não poderia confirmar se três turistas norte-americanos foram presos no Irã. Há notícias contraditórias e vagas sobre suas prisões no Irã. Eu não posso confirmar ou negar as detenções até uma investigação mais profunda, disse Hassan Qashqavi à rádio estatal.

Na terça-feira, uma autoridade de segurança local na província do Curdistão, no oeste do Irã, disse à emissora de televisão estatal al-Alam que três norte-americanos foram presos lá.

"Definitivamente são americanos", afirmou a autoridade. "Eles foram detidos há quatro dias. Nós não sabemos se eles são turistas ou não. Nós estamos interrogando."

Uma autoridade de segurança na região autônoma Curda, no Iraque, disse no sábado que três turistas estavam perdidos na fronteira do norte do Iraque com o Irã, próximo a Ahmed Awa, e foram detidos.

No mesmo dia, uma fonte disse à al-Alam, canal que transmite em árabe, que os três -- acredita-se que dois homens e uma mulher -- foram presos após entrarem no Irã.

O grupo teria chegado à cidade Curda de Sulaimaniya nesta quarta-feira.

Não é uma demarcação clara de fronteira entre o Irã e o Iraque em Ahmed Awa.

(Por Parisa Hafezi)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.