Irã mobiliza enviados especiais para conseguir interrupção de ataques a Gaza

Teerã, 7 jan (EFE).- O Governo do Irã mobilizou 22 enviados especiais em diferentes países para pressionar a comunidade internacional a interromper os ataques israelenses contra a Faixa de Gaza, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

A agência iraniana de notícias "Mehr" afirmou que o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Hassan Qashqavi disse que os 22 enviados especiais têm também a missão de convencer os diferentes líderes a interromperem o bloqueio a Gaza.

Segundo Qashqavi, a intenção de Israel em seus ataques contra os palestinos de Gaza, que começaram em 27 de dezembro de 2008, é a de eliminar o Hamas, que controla este território, e de quebrar a resistência palestina contra Israel.

A agência não mencionou a identidade dos enviados especiais mobilizados pelo Irã, mas em Damasco foi informada a chegada do presidente do Parlamento, Ali Larijani, que se reuniu hoje com o presidente sírio, Bashar al-Assad.

A mesma agência também informou da viagem que fará nas próximas horas para a Turquia o presidente do Conselho Nacional de Segurança do Irã, Saeed Jalili, que também visitou nos últimos dias a Síria e o Líbano. EFE ag/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG