Irã minimiza posição do G8 sobre seu programa nuclear

O ministro iraniano das Relações Exteriores, Manuchehr Mottaki, minimizou neste sábado o alcance da declaração do G8 sobre seu programa nuclear e a repressão das manifestações contra a reeleição do presidente ultraconservador, Mahmud Ahmadinejad.

AFP |

"Não há nada de novo na mensagem do G8", declarou Mottaki sobre a reunião dos oito países mais ricos do mundo em L'Aquila (centro da Itália).

"Expressaram pontos de vista diferentes sobre alguns temas, mas não chegaram a um acordo global. Vamos apresentar nossas propostas, que serão uma base para negociações sobre todas as questões regionais e internacionais", acrescentou.

O Irã anunciou há alguns meses estar preparando uma série de propostas para negociações globais com as grandes potências, mas as autoridades do país declararam em várias ocasiões que se recusariam a debater o programa nuclear.

"Se existir uma nova mensagem, atuaremos em consequência", completou Mottaki.

O G8 afirmou estar decidido a obter uma solução diplomática para o tema nuclear iraniano e deu prazo a Teerã até o fim de setembro para responder a oferta de diálogo da comunidade internacional.

Também se disse profundamente preocupado com os distúrbios após a polêmica reeleição de Ahmadinejad, em 12 de junho.

Teerã tem um programa de enriquecimento de urânio, sobre o qual afirma ter apenas um objetivo civil, enquanto os ocidentais estão convencidos de que a meta final é produzir armamento atômico.

fpn-sgh/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG