Irã liberta mais 3 empregados de embaixada britânica em Teerã

Teerã, 1º jul (EFE).- A Polícia iraniana libertou mais três dos funcionários locais da embaixada britânica em Teerã que no domingo tinham sido detidos junto com seis colegas por sua suposta participação nos distúrbios que sacudiram o Irã após as polêmicas eleições presidenciais de 12 de junho.

EFE |

Segundo a TV estatal, apenas um dos funcionários continua detido.

Ele é acusado de "desempenhar um importante papel" nos distúrbios das últimas semanas, nas quais pelo menos 20 pessoas morreram, segundo números oficiais.

Após a detenção, as autoridades iranianas alegaram que os nove empregados tinham sido enviados às manifestações para coletar informações e propagar certas ideias.

Apesar de os protestos terem começado de forma pacífica após as denúncias de fraude feitas pela oposição, o regime iraniano insiste que as manifestações e os distúrbios fazem parte de uma manobra orquestrada no exterior.

Teerã também acusa Estados Unidos, França, Alemanha e Reino Unido de interferirem nos assuntos internos do país. EFE jm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG