Reza Taghavi dividiu cela com outros 32 presos. Ele foi aucsado de dar US$ 200 a um homem vinculado a um grupo terrorista

As autoridades iranianas puseram em liberdade, neste sábado, um empresário americano que estava há 30 meses em uma prisão em Teerã, informou a emissora de televisão americana "ABC".

Reza Taghavi, um empresário de 71 anos de Los Angeles (Califórnia), saiu da prisão de Evin e, em declarações à "ABC", disse sentir alívio e raiva pelos dois anos e meio que passou na prisão.

Taghavi, que foi detido em maio de 2008, dividiu cela com os americanos Josh Fattal e Shane Bauer, há mais de 440 dias presos. Segundo os próprios, os dois foram detidos quando caminhavam - sob a condição de turistas - pelo Curdistão iraquiano e entraram por engano em território iraniano.

De acordo com o empresário, a cela foi compartilhada por 33 presos em condições de aglomeração, pois só havia 16 camas.

As autoridades iranianas acusavam Taghavi de ter entregado US$ 200 a um homem vinculado ao grupo terrorista "Tondar". "Não fiz nada errado, alguém me pediu que levasse esse dinheiro para ajudar alguém", disse Taghavi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.