Irã liberta dois jornalistas alemães detidos em outubro

Alemães foram detidos quando entrevistavam o filho e o advogado de Sakineh Mohammadi-Ashtiani, mulher iraniana condenada à morte

AFP |

AFP
Mulher identificada como Sakineh Ashtiani, em foto divulgada pela TV estatal do Irã
Dois jornalistas alemães presos no Irã desde outubro foram libertados, anunciou neste sábado a agência oficial IRNA, acrescentando que o ministro das Relações Exteriores alemão Guido Westerwelle chegará a Teerã na noite deste sábado.

"Os dois acusados detidos em Tabriz foram liberados e voltarão ao seu país", disse a principal autoridade judicial da província iraniana do Azerbaijão Oriental.

A IRNA também informou que o ministro alemão deve desembarcar daqui a algumas horas na capital iraniana.

Os dois jornalistas foram detidos em Tabriz quando entrevistavam o filho e o advogado de  Mohammadi-Ashtiani, mulher iraniana cuja condenação à morte por apedrejamento mobilizou o mundo ocidental.

As autoridades iranianas acusam os dois alemães de não terem pedido autorização especial do ministério da Cultura, necessária para trabalhar no país.

    Leia tudo sobre: IrãAlemanhaimprensajustiça

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG