Irã julga detidos nos protestos após as eleições presidenciais

TEERÃ - Um tribunal iraniano deu início, neste sábado, ao julgamento das pessoas detidas nos protestos organizados após as eleições presidenciais de 12 de junho.

EFE |

AP
Iranianos detidos em protestos pós-eleições começam a ser julgados

Iranianos detidos em protestos pós-eleições começam a ser julgados

A agência semioficial iraniana Fars informou que o julgamento dos quase 100 acusados começou às 9h10 locais (2h40 no horário de Brasília) com a récita de trechos do Alcorão.

Um dos diversos ativistas políticos sob julgamento é o ex-vice-presidente iraniano Mohamad Ali Abtahi, que exerceu o cargo durante o mandato de Mohammad Khatami.

Na última quinta-feira, os ex-candidatos opositores à Presidência Mir Hossein Moussavi e Mehdi Karrubi visitaram o cemitério de Behesht Zahra, ao sul de Teerã, para lembrar os "mártires" das manifestações.

Segundo dados oficiais, 20 pessoas morreram nos protestos contra a polêmica reeleição do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.

Leia também:


Leia mais sobre Irã

    Leia tudo sobre: eleiçõesirãprotesto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG