Irã interessado em investir em refinaria construída por Quito e Caracas

Irã e China estão interessados em investir na mega-usina petroquímica que Quito e Caracas constroem conjuntamente no Pacífico equatoriano, anunciou neste sábado o presidente Rafael Correa.

AFP |

"Essa refinaria será construída com a (venezuelana) PDVSA, embora Irã e China também estejam interessados", afirmou o mandatário em seu informe semanal de governo transmitido pela TV pública.

Com um investimento de cerca de 6 bilhões de dólares, o complexo petroquímico do Pacífico terá capacidade para refinar cerca de 300.000 barris diários de petróleo (b/d). Correa e seu colega venezuelano, Hugo Chávez, inauguraram na quarta-feira a obra, que ficará pronta até 2013.

O presidente equatoriano destacou a possível inclusão do Irã no projeto.

"O Irã tem muita experiência no setor petroleiro, é um país produtor de petróleo há muito tempo, quase um século (...) e a China é o principal consumidor de petróleo, então teríamos mercado assegurado", ressaltou, acrescentando que não se importa com as críticas sobre sua relação com o governo de Teerã.

vel/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG