Irã insiste em que não tem programa secreto diante de visita da AIEA

Teerã, 20 abr (EFE).- O Irã insistiu hoje em que não tem nenhum programa nuclear secreto, como alegam alguns países ocidentais, antes da chegada a Teerã do número dois da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Olli Heinonen.

EFE |

"Não temos nenhuma atividade secreta e nosso programa (atômico) é desenvolvido sob a supervisão da AIEA", disse o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores do Irã, Mohamad Ali Hosseini, segundo a agência "Irna".

Além disso, negou que Heinonen vá tentar obter respostas de Teerã sobre as alegações de serviços secretos ocidentais acerca da suposta elaboração pelo Irã de estudos militares secretos com fins nucleares.

"A visita de Heinonen se centrará apenas na cooperação entre o Irã e a AIEA (...), é uma visita normal", disse o porta-voz iraniano, após reiterar que os iranianos já responderam a "todas as perguntas" da agência internacional sobre as atividades atômicas de Teerã.

No entanto, porta-vozes da AIEA disseram que, durante sua visita de dois dias, Heinonen conversará com os responsáveis iranianos sobre os supostos estudos secretos do Irã.

O diretor da AIEA, Mohamed ElBaradei, tinha expressado sua preocupação com as alegações dos EUA e de outros países ocidentais sobre esses estudos iranianos.

Em seu último relatório sobre o dossiê iraniano, ElBaradei reconheceu em fevereiro que a investigação do programa atômico do Irã está avançando, mas destacou que vários pontos faltam ser esclarecidos.

Teerã qualificou esse relatório de "vitória para o Irã", e o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, considerou "fechado" o caso nuclear de seu país. EFE fa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG