TEERÃ (Reuters) - O Irã iniciou neste domingo a produção de mísseis de curto alcance capazes de destruir alvos de 3.000 toneladas, segundo a mídia oficial do país. O Irã, envolvido numa crise com o Ocidente por conta do seu programa nuclear, costuma anunciar antecipadamente as suas capacidades militares numa aparente tentativa de mostrar o quão estaria pronto para reagir a um ataque.

Nem Israel e nem os Estados Unidos descartaram uma ação militar, caso a diplomacia não consiga resolver o impasse nuclear com Irã. O Ocidente teme que o programa iraniano se destine a produzir armas, mas Teerã nega.

A rádio estatal iraniana afirmou que o ministro da Defesa, Ahmad Vahidi, inaugurou a produção do míssil Nasr-1, sem dizer onde ela se dá.

(Reportagem por Reza Derakhsi e Hashem Kalantari)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.