Irã indica que não aceita compromisso sobre questão nuclear

TEERÃ (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores do Irã afirmou neste sábado que o país não vai voltar atrás em sua disputa nuclear com o Ocidente e disse acreditar que as propostas de Teerã aos líderes mundiais podem abrir caminho para negociações. Não podemos ter qualquer compromisso sobre o direito inalienável da nação iraniana, afirmou Manouchehr Mottaki em uma entrevista coletiva, com comentários traduzidos pela Press TV, de língua inglesa.

Reuters |

Os Estados Unidos disseram na sexta-feira que irão aceitar a proposta do Irã de negociações com as seis potências, apesar de o país ter se recusado a discutir a atividade nuclear, que o Ocidente suspeita possuir o objetivo de fabricar bombas. O Irã nega essas alegações.

Também na sexta-feira, o chefe de política externa da União Europeia, Javier Solana, afirmou que estava tentando marcar um encontro urgente com o negociador chefe do Irã, Saeed Jalili, para tentar resolver as preocupações do Ocidente com o programa nuclear.

Na quarta-feira, o Irã entregou uma proposta de cinco páginas, oferecendo ao Ocidente amplas conversações sobre assuntos internacionais e regionais, mas não citou o seu programa nuclear.

"Oferecer tal pacote de propostas é um indicativo da decisão firme da República Islâmica do Irã de abordar assuntos que também foram mencionados no pacote", disse Mottaki.

Referindo-se a comentários de grandes potências, ele disse: "Só se pode chegar à conclusão de que elas todas admitiram a existência de importantes tópicos e assuntos para realizar negociações construtivas, e essa pode ser a base para negociações."

(Reportagem de Fredrik Dahl e Hossein Jaseb)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG