Irã faz testes em primeira usina nuclear do país

Após 34 anos de construção, o Irã fez testes nesta quarta-feira na primeira usina nuclear do país. o teste, realizado em frente a jornalistas, consistiu em ligar o reator e carregá-lo com hastes falsas, feitas de chumbo.

BBC Brasil |

O material não radioativo é usado para imitar o urânio enriquecido necessário para o funcionamento de Bushehr, que foi construída pelos russos.

O início das operações no reator de água-leve de mil megawatts já foi adiado, mas espera-se que o reator deva começar a fornecer energia ainda em 2009.

"O estágio de construção da usina de energia nuclear está encerrado", disse Sergei Kiriyenko, chefe da agência nuclear da Rússia. "Hoje visitamos o reator e vimos as imitações de hastes de combustíveis sendo carregadas na zona ativa", acrescentou Kiriyenko durante a visita a Bushehr, junto com seu colega iraniano Gholam Reza Aghazadeh.

O correspondente da BBC na região Jon Lyne conseguiu acesso ao reator e relatou que, para chegar até ele, é preciso passar por muros altos, arame farpado e postos onde ficam metralhadoras e armas antiaéreas.

Dentro da usina, as obras da sala de controle operada por engenheiros russos parecem próximas de estarem finalizadas. Em outras áreas, as máquinas ainda estão embrulhadas em plásticos.

Mas, de acordo com Lyne, a mensagem que o governo iraniano pretende passar com o teste desta quarta-feira é de que, depois de mais de três décadas em construção, a usina de Bushehr está quase pronta.

O teste desta quarta-feira deve despertar mais temores nos países ocidentais a respeito das ambições nucleares do Irã, apesar de o governo iraniano afirmar que seu programa nuclear tem fins pacíficos.

Mas segundo Lyne, existem algumas garantias de que o material desta usina não será usado para a fabricação de uma bomba nuclear, pois Bushehr será controlada por russos e passará por inspeções internacionais. O correspondente afirma que o Irã pretende deixar claro ao mundo de que a usina tem fins pacíficos.

No entanto, as autoridades iranianas esconderam seu programa de enriquecimento de urânio por 18 anos, e o Conselho de Segurança da ONU afirma que o país deve paralisar o enriquecimento e outras atividades nucleares até que fique provado o objetivo pacífico deste programa.

Leia mais sobre Irã

    Leia tudo sobre: iraira!irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG