Tamanho do texto

Um jovem afegão de 19 anos, reconhecido culpado de ter matado um outro afegão há dois anos, quando ainda era menor, foi enforcado quarta-feira na prisão de Ispahan (centro), informou neste sábado o jornal Kargozaran.

Gholamreza H. matou a facadas Shir-Agha Hosseini numa briga.

O Irã é, no entanto, assinante do Pacto Internacional Relativo aos Direitos Civis e Políticos, desde 1976, e da Convenção relativa aos direitos da criança desde 1994, e estaria desta forma comprometido a não executar os condenados que eram menores no momento do crime.

A justiça iraniana anunciou recentemente uma nova decisão para limitar a pena de morte para os menores.

O assassinato, o estupro, o roubo à mão armada, o tráfico de droga ou ainda o adultério são passíveis da pena de morte na República Islâmica.

sgh/ev/lm