Irã espera ordem de Khamenei para fabricar bomba atômica, diz jornal

Londres, 3 ago (EFE).- O Irã aperfeiçoou sua tecnologia para criar uma ogiva nuclear e espera apenas a ordem de seu líder supremo, o aiatolá Ali Khamenei, para fabricar sua primeira bomba atômica, informa hoje o jornal britânico The Times.

EFE |

Segundo o jornal britânico, que cita fontes de inteligência ocidentais, a República Islâmica completou em 2003 um programa de pesquisa para produzir armas com urânio, que poderia tornar factível a construção de uma bomba no prazo de um ano.

Os serviços de espionagem dos EUA, indica o jornal, concluíram há dois anos que o Irã tinha acabado seu programa de pesquisa de armas nucleares em 2003.

No entanto, as citadas fontes disseram ao "Times" que Teerã freou o projeto, porque tinha alcançado seu objetivo: encontrar uma forma de detonar uma ogiva que pudesse ser incorporado a seus mísseis Shahab-3 de longo alcance.

Depois que Khamenei der a ordem, o Irã poderia levar um ano para obter a bomba atômica, pois precisaria de seis meses para enriquecer suficiente urânio e outros seis meses para encaixar a ogiva.

"Não sabemos se a decisão (de fabricar a bomba) já foi tomada", afirmam as fontes de inteligência consultadas pelo jornal.

O Governo de Washington deu a Teerã o prazo de até setembro para iniciar conversas a fim de resolver a disputa nuclear.

No entanto, as perspectivas de um diálogo construtivo foram prejudicadas pela dura reação das autoridades iranianas contra os manifestantes reformistas, que consideram fraudulenta a reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad no pleito de 12 de junho.

O Governo de Teerã acusou as potências ocidentais, como EUA e Reino Unido, de incitar os protestos contra o regime iraniano.

O ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, reiterou na semana passada que não descarta um ataque militar contra instalações nucleares do Irã, se fracassarem as negociações para colocar fim às ambições atômicas iranianas. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG