Irã enforca 3 homens acusados de atentado contra mesquita

Teerã - As autoridades iranianas executaram hoje três homens acusados de perpetrar o atentado de quinta-feira que matou pelo menos 25 pessoas em uma mesquita da conflituosa cidade de Zahedan, na fronteira entre Irã, Afeganistão e Paquistão.

EFE |

Segundo a agência oficial de notícias local "Irna", os três suspeitos foram enforcados hoje nas cercanias da mesquita atacada, apenas 48 horas depois da explosão, após supostamente ser julgados e confessar o crime.

"Foram condenados pelo crime de 'mohareb' (inimigos de Deus), corrupção e de agir contra a segurança do Estado", explicou o Hojatolislam Ibrahim Hamidi, citado pela "Irna".

O ataque, ocorrido na quinta-feira na mesquita Amir al-Mohini quando os fiéis se preparavam para a oração da tarde, foi considerado o pior dos últimos 15 anos no Irã.

Leia mais sobre: Irã

    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG