Irã e Turquia sucederão atuais potências, diz Ahmadinejad

TEERÃ - Irã e Turquia emergirão como potências na região do Oriente Médio após a iminente queda das atuais nações hegemônicas e o desaparecimento do atual sistema internacional, afirmou o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.

EFE |

"O progresso (das relações) entre Turquia e Irã interessa a todos os países da região e do mundo", disse o chefe de Estado iraniano na noite de sábado, quando recebeu o ministro de Assuntos Exteriores turco, Ahmet Davutoglu.

"As relações entre ambos os países devem se expandir em diferentes campos, especialmente no energético", acrescentou Ahmadinejad, cujas declarações foram reproduzidas hoje pela agência oficial de notícias "Irna".

Davutoglu, por sua vez, afirmou que, "devido à atual conjuntura no mundo, a ampliação das relações entre Irã e Turquia é necessária".

O ministro turco, que hoje volta para casa, também se reuniu com o presidente do Parlamento iraniano, Ali Larijani, a quem expressou o apoio da Turquia às negociações do Irã com o Ocidente.

Neste sentido, Davatoglu disse que a Turquia respalda o direito de todos os países a desenvolver energia nuclear com fins pacíficos.

No sábado, o diretor de investimentos da Companhia Nacional de Petróleo iraniano, Ali Ghanimifard, anunciou que seu país chegou a um acordo com Ancara para fornecer gás do Turcomenistão à Turquia pelo território iraniano.

Leia mais sobre Ahmadinejad

    Leia tudo sobre: ahmadinejad

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG