Irã e Iraque vão trocar os restos de soldados mortos durante a guerra

O Irã e o Iraque chegaram a um consenso para trocar os restos de cerca de 250 soldados mortos durante a guerra que opôs estes dois países entre 1980 e 1988, afirmou o porta-voz do governo iraquiano, Ali Al-Dabbagh.

AFP |

"O governo iraquiano através do ministério dos Direitos Humanos entrou no acordo com o governo iraniano para trocar os restos de soldados mortos durante a guerra Irã-Iraque", indicou Al-Dabbagh, em um comunicado publicado na noite de sexta-feira.

"A troca foi marcada para 15 de novembro na fronteira. Receberemos os corpos de 200 iraquianos e entregaremos os de 41 iranianos", acrescentou. A guerra deixou um milhão de pessoas mortas dos dois lados.

"O governo iraquiano dará continuidade a seus esforços junto à parte iraniana para encontrar soluções aos problemas mais graves, principalmente sobre os aspectos humanitários", disse.

O Comitê internacional da Cruz Vermelha (CICR) anunciou em agosto ter assinado um acordo com o Iraque e o Irã para esclarecer o destino dos desaparecidos, 20 anos após o fim da guerra.

"A sorte de dezenas de milhares de iraquianos e iranianos que pertenceram ao Exército, entre eles prisioneiros, continua sendo uma incógnita", disse o CICR.

jds/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG