O Irã e a Bolívia são aliados naturais, declarou nesta segunda-feira o presidente Mahmud Ahmadinejad a seu colega boliviano Evo Morales, que realiza uma visita de Estado de dois dias a Teerã.

Morales, por sua vez, expressou seu apoio a Ahmadinejad em sua postura "antiimperialista" e na "defesa dos direitos do povo iraniano", segundo a televisão estatal.

"As duas nações revolucionárias e os governos do Irã e da Bolívia são aliados naturais e vão reforçar suas relações nos setores do comércio, da indústria, da agricultura, do gás, do petróleo e da política", declarou o presidente iraniano.

"Estamos trilhando o mesmo caminho na direção de um futuro melhor e vamos ficar lado a lado e nos apoiar mutuamente em quaisquer circunstâncias", prosseguiu, segundo a mesma fonte.

Evo Morales, 48 anos, chegou nesta segunda-feira a Teerã depois de ter viajado à Líbia.

La Paz e Teerã estabeleceram relações diplomáticas em setembro de 2007, por ocasião de uma visita à Bolívia do presidente iraniano. os dois dirigentes assinaram então acordos comerciais e energéticos, assim como um comunicado conjunto reconhecendo o direito para os países emergentes de "desenvolver um programa nuclear com fins pacíficos".

O Irã é acusado pelas grandes potências ocidentais de tentar desenvolver a bomba atômica por trás de seu programa nuclear civil. Teerã desmente estas alegações.

fpn/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.