Irã diz que indústria petrolífera não foi afetada por distúrbios

Teerã, 22 jun (EFE).- A produção de petróleo no Irã não foi afetada pelos protestos e os confrontos que há nove dias agitam o país, afirmou um dos representantes iranianos na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Mohammed Ali Khatibi.

EFE |

Em declarações divulgadas hoje pela imprensa local, Khatibi disse que "os recentes eventos no país não tiveram impacto nem na produção nem na exportação, que transcorrem de forma totalmente normal".

"Os distúrbios não afetaram nem a distribuição de gasolina nem a produção", afirmou.

Recém-saído de um pleito denunciado como fraudulento pela oposição, o Irã há vários dias é palco de manifestações e confrontos contra a reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad.

Apesar das cerca de 20 mortes registradas até agora nos distúrbios, hoje o Governo iraniano recebeu a boa notícia de que o preço do barril do petróleo subiu para US$ 70 na Opep. A alta deixou a commodity mais próxima do valor que Teerã considera ideal para sua comercialização: US$ 90. EFE jm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG