Irã diz que armas nucleares não têm lugar na estratégia de defesa do país

Teerã, 5 set (EFE) - O porta-voz do Ministério de Exteriores iraniano, Hassan Ghashghavi, insistiu hoje sexta-feira em que as armas nucleares não têm lugar na estratégia de defesa da República Islâmica do Irã, informou a televisão estatal iraniana.

EFE |

Com estas palavras, o responsável iraniano responde às declarações do presidente francês, Nicolas Sarkozy, que, na quinta-feira, advertiu em Damasco do perigo que representaria um Irã com armas nucleares.

"As declarações do presidente francês não impedirão que a opinião pública mundial continue exigindo a extinção total das armas nucleares no mundo", disse Ghashghavi.

O porta-voz de Exteriores iraniano ressaltou, além disso, que o Irã se encontra entre os países que pedem a destruição de todos os arsenais nucleares.

Além disso, insistiu em que as atividades nucleares do Irã são totalmente pacíficas e em que seu objetivo é ter acesso à tecnologia civil para produzir eletricidade.

A comunidade internacional mantém uma polêmica com o Irã em relação ao programa nuclear iraniano, já que assegura que Teerã não apresentou as provas suficientes para descartar um eventual uso de sua tecnologia nuclear com fins bélicos. EFE msh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG