Irã diz que aceita mandar urânio para o exterior

TEERÃ - O governo do Irã disse na terça-feira que está disposto a enviar urânio enriquecido para o exterior em troca de combustível nuclear, conforme proposta feita pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Reuters |

"Não temos problema em enviar nosso urânio enriquecido para o exterior", disse o presidente Mahmoud Ahmadinejad à TV estatal.

Diplomatas ocidentais vinham dizendo que o Irã havia na prática rejeitado a proposta, já que o país não se mostrava disposto a enviar para o exterior o urânio baixamente enriquecido obtido em suas centrífugas.

No mês passado, o Irã e a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA, um órgão da ONU) disseram que um acordo nesse sentido ainda seria possível, mas que Teerã ainda pleiteava alterações na proposta.

Com o acordo, o Ocidente quer evitar que o Irã possa enriquecer urânio até o grau de pureza necessário para o uso em armas atômicas. O Irã, que receberia isótopos para fins médicos, garante que seu programa nuclear é pacífico.

    Leia tudo sobre: armas nuclearesirã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG