Irã diz não temer embargo à importação de gasolina

Teerã, 16 set (EFE).- O Irã está preparado para enfrentar qualquer tipo de sanção que as potências ocidentais possam impor à importação de gasolina, reiterou hoje o ministro do Petróleo, Massoud Mir-Kazemi.

EFE |

Em declarações divulgadas pela agência oficial de notícias "Irna", o ministro afirmou que o Irã estocou gasolina suficiente para não ter que se preocupar com medidas punitivas.

"Estamos perfeitamente preparados para fornecer gasolina. Não existe nenhum problema de abastecimento. Armazenamos bastante gasolina e, além disso, assinamos contratos com alguns países para podermos continuar comprando" o combustível, disse Mir-Kazemi aos jornalistas ao término de uma reunião do gabinete de ministros.

Parte da comunidade internacional, lidera por Estados Unidos, Israel e alguns países da União Europeia (UE), acusa o Irã de ocultar suas aspirações nucleares sob um falso programa com fins pacíficos.

O regime de Teerã, no entanto, nega as acusações.

Em 1º de outubro, está prevista uma reunião entre a comunidade internacional e o Irã para discutir a nova proposta de diálogo apresentada por este país.

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, já disse seu país não renunciará ao direito de desenvolver o uso civil de energia nuclear.

Na terça-feira, ele manteve seu tom desafiador ao considerar "impossível" as sanções à importação de gasolina, estudadas pelo Congresso americano. EFE jm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG