Irã deve escolher entre cooperação e confrontação, advertem EUA

Os iranianos devem entender que seus líderes precisam escolher entre a cooperação nuclear ou a confrontação, o que só levará a um isolamento maior, advertiu neste sábado o Departamento de Estado norte-americano.

AFP |

A declaração do porta-voz Sean McCormack foi feita depois de o subsecretário de Estado William Burns ter participado das negociações com o Irã em Genebra para tentar fazer com que Teerã suspenda suas atividades nucleares.

McCormack disse que Burns levou uma "mensagem clara e simples" de que Washington tratava com seriedade seu apoio à proposta de incentivos internacionais para que o Irã ponha fim ao enriquecimento de urânio, e de que apenas quando isso ocorrer os Estados Unidos iniciarão negociações.

"Burns levou uma mensagem clara e simples: os Estados Unidos levam a sério seu apoio à oferta feita por Javier Solana a Teerã no mês passado, os Estados Unidos levam a sério seu apoio à unidade do grupo dos seis, e os Estados Unidos, junto com seus aliados do grupo dos seis, levam a sério o fato de que o Irã deve suspender o enriquecimento de urânio para iniciar negociações que envolvam os Estados Unidos", disse McCormarck.

A declaração concluiu: "Esperamos que o povo iraniano compreenda que seus líderes precisam escolher entre a cooperação, que só trará benefícios para todos, e a confrontação, que só pode levar a um isolamento maior".

lc/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG