Irã: Detido ex-membro de plataforma eleitoral de Moussavi

Teerã, 2 jan (EFE).- As autoridades iranianas detiveram hoje um ex-membro da campanha eleitoral do candidato de oposição Mir Hussein Moussavi nas eleições de 12 de junho, informou o site pró-reformista Jaras.

EFE |

Ahmad Reza Baharlu, que tinha sido convocado para hoje por um tribunal de Teerã, foi detido neste comparecimento.

A fonte acrescentou que os agentes de segurança da Presidência iraniana tinham entrado antes na casa de Baharlu e confiscado alguns objetos pessoais, entre eles seu computador, documento da propriedade do carro, cheques bancários e telefone celular.

Baharlu, que não estava em casa naquela ocasião, foi convocado depois através de uma ordem oral a um tribunal revolucionário, mas, quando se apresentou no lugar, as autoridades disseram que não havia nenhum tramite judicial contra ele.

No entanto, as autoridades judiciais voltaram a convocar Baharlu na quarta-feira passada e lhe pediram para comparecer no tribunal revolucionário, onde foi detido pelos mesmos agentes da Presidência iraniana.

O site "Jaras" acrescentou que o detido não tinha nenhuma atividade política fora de sua atividade na campanha eleitoral de Moussavi, em junho.

As autoridades iranianas começaram, desde o funeral do grande aiatolá Hussein Ali Montazeri, em 20 de dezembro, em Qom, uma ampla operação de detenções contra os ativistas próximos a Moussavi. EFE msh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG