Irã descarta devolver avião não tripulado americano

Governo iraniano descarta atender ao pedido de Obama, exige pedido de desculpas e diz que aeronave é sua propriedade

iG São Paulo |

O governo do Irã descartou devolver o avião não tripulado americano que está nas mãos das Forças Armadas iranianas, após um pedido do presidente dos EUA , Barack Obama. O ministro da Defesa do Irã, Ahmad Vahidi, disse que a aeronave agora é “propriedade” do país persa.

AP
Foto divulgada pelo Irã mostra suposto avião não-tripulado americano

“O avião invadiu o Irã e nossas forças responderam. Agora ele é propriedade do Irã e nós vamos decidir o que fazer com ele”, afirmou Vahidi, cobrando desculpas dos EUA. “Em vez de oferecerem um pedido de desculpas à nação, eles agem de forma imprudente e pedem a devolução da aeronave.”

Na segunda-feira, horas depois de Obama pedir a devolução do avião, o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, fez piada com a situação. “Acho que os americanos decidiram nos dar essa aeronave espiã”, afirmou, em entrevista transmitida pela TV estatal da Venezuela. “Agora temos o controle.” Em declarações nesta terça-feira à emissora estatal Venezolana de Televisión, Ahmadinejad assegurou que a tecnologia de seu país é tão avançada quanto a dos americanos em matéria de aviões espiões.

Mais tarde, 186 dos 190 parlamentares iranianos emitiram um comunicado condenando a “invasão” americana e fazendo um apelo para que a comunidade internacional atue contra esse “ato perigoso” dos EUA.

Também na segunda-feira, a TV iraniana afirmou que especialistas do país estavam nos estágios finais para recuperar dados do RQ-170 Sentinel, que caiu no Irã neste mês . Parviz Sururi, da subcomissão parlamentar de segurança nacional, disse que o Irã copiará o avião teleguiado e o colocará à disposição de suas forças.

"Estamos terminando de decifrar os códigos da aeronave, e a próxima etapa será sua reprodução", afirmou o parlamentar.

Teerã citou a obtenção do aparelho como uma vitória e o expôs quase intacto na TV estatal. Autoridades americanas afirmaram que a aeronave teve um problema no funcionamento, negando a informação do Irã de que suas unidades de guerra eletrônica capturaram o controle do RQ-170 Sentinel.

De acordo com o Irã, o avião teria penetrado o espaço aéreo iraniano vindo do Afeganistão e suas unidades o fizeram aterrissar sem maiores danos a 250 km da fronteira, na região desértica de Tabas (nordeste).

Com AP e EFE

    Leia tudo sobre: irãeuaobamaahmadinejadavião não tripulado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG