Irã descarta colocar prazo para completar seu programa nuclear

O Irã descarta fixar um limite temporário para a completar seu programa nuclear e rejeita as especulações sobre a instalação de 6000 novas centrífugas no reator de Natanz, disse hoje o subdiretor da Organização de Energia Atômica iraniana, Mohammed Saidi.

EFE |

"Não é possível prever o final de nosso programa nuclear, porque a tecnologia no mundo todo progride diariamente", disse Saidi, em entrevista à agência oficial de notícias iraniana "Irna".

O responsável do órgão nuclear descartou que o aumento de centrífugas em Natanz seja devido à aspiração de obter armas nucleares, mas se trata de um reforço da capacidade atômica do Irã.

"Não há problemas técnicos com a expansão de centrífugas.

Aumentaremos tanto a qualidade quanto a quantidade das centrífugas", disse Saidi.

"Temos um plano lógico que segue os padrões globais, e o cumprimos passo a passo. Assim, como os americanos renovam suas máquinas de enriquecimento de urânio, nós também tentamos aumentar a qualidade de nossas centrífugas", disse.

Além disso, o dirigente iraniano criticou os países que temem a instalação de mais centrífugas, e expressou sua confiança de que aceitem a idéia com o passar do tempo, porque o Irã "é uma nação paciente e prudente".

Leia mais sobre: Irã

    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG