Irã defende eliminação das armas nucleares

Genebra, 19 fev (EFE).- O Irã pediu hoje às Nações Unidas que transformem em prioridade a eliminação total das armas nucleares.

EFE |

"Teerã considera que a eliminação total das armas nucleares é a única garantia contra o uso ou a ameaça de uso das mesmas", declarou Ali-Reza Moayeri, representante iraniano no Departamento para os Assuntos de Desarmamento da ONU.

Moayeri acrescentou que este deve ser o principal objetivo das Nações Unidas, já que "a existência de armas nucleares faz com que todos os países continuem vivendo com uma permanente sensação de insegurança".

Neste sentido, lembrou que "a declaração final da XV Reunião Ministerial do Movimento de Países Não-Alinhados, que aconteceu em Teerã, em julho do ano passado, voltou a enfatizar a prioridade que estes países outorgam ao desarmamento nuclear".

Para atingir este objetivo, Moayeri defendeu a criação de um comitê que estabeleça um instrumento "universal, incondicional e de força legal" em matéria de segurança contra as armas nucleares.

Os Estados Unidos, com o apoio de Israel e da União Europeia (UE), acusam o Irã de ocultar um programa nuclear paralelo ao desenvolvimento científico para a aquisição de um arsenal de armas atômicas.

Além disso, impuseram estritas sanções econômicas ao regime de Teerã, que nega as acusações e assegura que seus objetivos são civis. EFE mrm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG