Irã critica Reino Unido e convoca embaixador britânico

O ministro iraniano das Relações Exteriores, Manuchehr Mottaki, criticou duramente a Grã-Bretanha, acusada de ingerência nos assuntos internos do país, e convocou o embaixador britânico, informou a imprensa iraniana nesta terça-feira.

AFP |

"Se não pararem com seus comentários absurdos, receberão uma bofetada", esbravejou Mottaki, referindo-se ao Reino Unido.

O chanceler também denunciou "as declarações estúpidas de alguns dirigentes estrangeiros", em alusão aos líderes ocidentais que condenaram a repressão das manifestações de domingo.

O embaixador britânico foi convocado nesta terça-feira pela chancelaria iraniana para receber "o protesto oficial da República Islâmica do Irã contra as ingerências nos assuntos internos do país", destacou a agência Fars.

As autoridades iranianas acusam os Estados Unidos e a Grã-Bretanha de apoiarem os protestos da oposição. O Reino Unido ainda é criticado pelo papel desempenhado pela rede de televisão BBC em persa, que faz uma ampla cobertura dos acontecimentos no Irã.

Um cidadão britânico está entre os manifestantes detidos durante os violentos protestos de domingo em Teerã, segundo uma informação do site pró-governo Rajanews divulgada nesta terça-feira por vários veículos de comunicação.

"Esta pessoa foi detida pelos membros das forças de segurança nos arredores da praça Ferdossi (centro de Teerã) depois de atacar os fiéis que participavam das procissões do Ashura", disse o site, ressaltando que "o indivíduo estava com um passaporte britânico".

sgh/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG