Irã convoca embaixador britânico em Teerã

Teerã, 29 dez (EFE).- O Irã convocará em breve o embaixador britânico em Teerã para protestar oficialmente contra as recentes declarações do Governo de Londres sobre a violenta repressão dos protestos no país islâmico, revelou hoje o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores iraniano, Ramin Mehmanparast.

EFE |

Em sua entrevista coletiva semanal, o funcionário iraniano qualificou de "ingerência nos assuntos internos do Irã" as palavras do ministro de Assuntos Exteriores britânico, David Miliband, que elogiou a "grande coragem" mostrada pelos partidários da oposição iraniana.

"Teerã vai convocar o embaixador britânico Simon Lawrence Gass para protestar contra a intromissão dos responsáveis britânicos", afirmou Mehmanparast.

O porta-voz definiu também como "sem diplomacia" a declaração de Miliband, que condenou a violência com a qual foram reprimidos os protestos de domingo.

"Acho que os britânicos deveriam repensar sua política para o Irã", disse Mehmanparast.

No domingo passado, dia em que os xiitas lembram sua festa mais sagrada - a Ashura -, a oposição iraniana voltou a tomar as ruas para protestar contra o Governo e a atuação do regime nos últimos seis meses.

Nos distúrbios, considerados os mais graves desde que, em junho, o presidente Mahmoud Ahmadinejad saiu eleito em polêmicas eleições cujo resultado a oposição considera fraudulento, morreram pelo menos oito pessoas, segundo números oficiais.

Além disso, mais de 300 cidadãos foram detidos, entre eles pelo menos dez importantes ativistas da oposição reformista iraniana.

A ação repressiva das forças de segurança iranianas foi também criticada duramente por Estados Unidos, Alemanha e União Europeia em conjunto, assim como por associações de defesa dos direitos humanos.

Mehmanparast afirmou que seu país planeja convocar outros embaixadores para apresentar protestos oficiais. EFE msh-jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG