Irã confirma libertação de 5 funcionários da embaixada britânica

Teerã, 29 jun (EFE).- A Polícia iraniana pôs em liberdade cinco dos oito funcionários locais da embaixada britânica em Teerã detidos no domingo, confirmou hoje o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores do Irã, Hassan Qashqavi.

EFE |

"Três das oito pessoas detidas estão sendo interrogadas ainda", afirmou em entrevista coletiva.

Os empregados da delegação tinham sido detidos por seu suposto envolvimento nos protestos que sacudiram o país após a polêmica reeleição do presidente, Mahmoud Ahmadinejad.

A libertação de vários dos detidos já tinha sido adiantada ontem à noite pelo ministro de Inteligência, Gholam Hussein Mohseni Ejei, que disse que "os empregados foram enviados pela própria delegação britânica às manifestações para recopilar informação e inculcar certas ideias nos manifestantes e na sociedade".

"A embaixada britânica desempenhou um papel crucial nos recentes distúrbios através dos meios de comunicação, mas também de seu elenco", afirmou o ministro, citado pela agência de notícias estatal "Irna".

"Temos fotos e vídeos de certos funcionários da embaixada britânica nas manifestações", acrescentou Ejei.

Horas antes, o ministro britânico de Assuntos Exteriores, David Miliband, denunciou as detenções como "um ato de assédio e intimidação totalmente inaceitável" e exigiu a imediata libertação dos detidos. EFE jm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG