Irã condena à morte um acusado de espionar para Israel

Governo disse que identidade do suposto "espião do regime sionista" será revelada assim que a condenção for ratificada

EFE |

A Justiça iraniana condenou à morte uma pessoa acusada de "espionar para Israel", informou neste domingo o procurador-geral de Teerã, Abbas Jaafari Dolatabadi, quem, no entanto, evitou identificar o réu.

O responsável se limitou a assinalar que a sentença foi ditada por um tribunal revolucionário da capital e que a identidade do suposto "espião do regime sionista" será revelada assim que a condenação for ratificada. Dolatabadi, citado pela agência de notícias local "Mehr", revelou também que a Justiça iraniana tem outros três processos parecidos em aberto, os quais estão sob investigação.

No final de outubro, dois cidadãos iranianos foram detidos por suposto vínculo com o serviço secreto israelense. A República Islâmica do Irã não reconhece a existência do Estado de Israel, o qual considera seu maior inimigo.

    Leia tudo sobre: irãisraelcondeaçãoespionagem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG