O Irã prometeu nesta segunda-feira que daria uma resposta muito dolorosa a qualquer possível ataque israelense, depois que o vice-primeiro-ministro hebreu mencionou a possibilidade de atacar as instalações nucleares da República Islâmica.

"Se quem quer que seja se atrever a cometer um ato estúpido como esse, a resposta será muito dolorosa", advertiu o ministro da Defesa iraniano, Mostafah Mohammad Najar, em reação a declarações do vice-primeiro-ministro israelense Shaul Mofaz, divulgadas na sexta-feira.

"No entanto, fazem suas declarações e as desmentem logo depois. Está claro que suas declarações são o resultado de falhas em assuntos domésticos", afirmou Najar, citado pela agência Isna.

Mofaz, que também é ministro dos Transportes, afirmou na sexta-feira a um jornal israelense que se o Irã mantivesse seu programa de armamento nuclear Israel o atacaria.

O vice-primeiro-ministro pretende dirigir o partido Kadima, liderado pelo primeiro-ministro Ehud Olmert caso este renuncie a seu posto devido ao seu envolvimento um suposto caso de corrupção.

Várias autoridades israelenses desaprovaram as declarações de Mofaz, que foi acusado de se aproveitar da questão com fins políticos.

O Irã protestou no sábado ante as Nações Unidas pelas declarações de Mofaz.

hif/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.