Teerã, 5 jan (EFE).- A Guarda Revolucionária, corpo de elite do Exército iraniano, realizará em fevereiro uma série de manobras militares no Estreito de Ormuz, uma das principais vias mundiais de passagem do petróleo.

Assim anunciou hoje o comandante-chefe do corpo naval da Guarda Revolucionária, general Morteza Safari, durante uma parada militar.

"A Guarda Revolucionária realizará uma grande manobra naval no Estreito de Ormuz durante a primeira metade do mês (persa) de Bahman", que coincide com o final de janeiro e início de fevereiro no calendário cristão, afirmou, em declarações divulgadas pela agência de notícias local "Mehr".

O citado estreito é a porta que liga o Golfo Pérsico ao Golfo de Omã, e através dela transita 20% das reservas mundiais de petróleo que saem do Kuwait, Arábia saudita, Barein, Emirados Árabes Unidos, Iraque e do próprio Irã.

Na mesma data, o Exército iraniano deve realizar também uma série de exercícios práticos em colaboração com a Guarda Revolucionária, para "elevar a capacidade defensiva", segundo informações da semana passada.

Israel ameaçou várias vezes atacar o Irã se este país não ceder na disputa que mantém com a comunidade internacional por causa de seu programa nuclear.

O Exército iraniano já realizou uma série de manobras semelhantes nos últimos meses, e testou sua capacidade balística com o lançamento de vários mísseis de fabricação nacional. EFE jm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.