Irã anuncia libertação de jornalista detida há 1 mês no país

Teerã, 6 mar (EFE).- A jornalista americana de origem iraniana Roxane Saberi, detida há um mês em Teerã, será solta nos próximos dias, anunciou hoje o auxiliar do promotor da capital, Hassan Haddad.

EFE |

Em entrevista à agência de notícias "Isna", o responsável iraniano destacou que "a investigação já foi concluída, por isso estará livre em poucos dias".

Saberi, jornalista freelancer de 31 anos, comunicou no dia 10 de fevereiro por telefone aos pais que tinha sido detida, mas pediu que não fizessem nada, pois pensava que não se tratava de um assunto sério.

No dia 28 do mesmo mês, seu pai, morador da localidade americana de Fargo, decidiu soar a voz de alarme após 18 dias sem notícias de sua filha.

Segundo o pai, Saberi teria sido detida por ter comprado uma garrafa de vinho no Irã, país que proíbe a venda e o consumo de álcool.

No entanto, as autoridades iranianas alegaram que a jornalista americana trabalhava "de forma ilegal", pois sua licença de trabalho tinha vencido há mais de um ano.

Saberi, que trabalhou para televisões como a emissora britânica "BBC" e as americanas "NPR" e "Fox News", estava no Irã escrevendo um livro sobre o país e fazendo um mestrado em política iraniana.

A decisão de libertar Saberi foi anunciada poucas horas após os Estados Unidos terem convidado o Irã para participar de uma reunião regional sobre o Afeganistão.

    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG