Os cinco diplomatas iranianos que estavam detidos pelas tropas americanas no Iraque desde janeiro de 2007 foram libertados nesta quinta-feira, anunciaram as autoridades de Teerã.

"Foram entregues ao governo iraquiano. Acabo de falar por telefone com nossa embaixada e nossos diplomatas reféns estão neste momento no gabinete de (o primeiro-ministro iraquiano) Nuri al-Maliki", declarou o porta-voz do ministério iraniano das Relações Exteriores, Hasan Ghashghavi.

"Ligaram para suas famílias e para a embaixada e disseram que estão bem. Eles foram detidos em violação a todas as regras internacionais e da convenção de Viena", completou.

A embaixada americana em Bagdá se recusou a comentar a informação.

Segundo a TV estatal iraniana, os diplomatas são Mohsen Bagheri, Mahmud Farhadi, Majid Ghaemi, Majid Dagheri e Abbas Jami.

Os cinco foram detidos em 11 de janeiro de 2007 em Erbil (Curdistão iraquiano), sob a acusação de fornecer armas para os rebeldes iraquianos e incitar ações contra os Estados Unidos no país.

bur-sgh-mel/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.