Irã ameaça destruir Israel e 32 bases militares dos EUA se sofrer ataque

Teerã, 12 jul (EFE).- O Irã ameaçou hoje atacar as 32 bases militares dos Estados Unidos na região e destruir Israel se sofrer uma agressão militar, segundo um assessor do líder supremo da Revolução Islâmica, Ali Khamenei.

EFE |

Mojtaba Zolnur, representante de Khamenei no corpo paramilitar da Guarda Revolucionária, fez estas declarações durante um ato realizado hoje na cidade de Mashhad, no nordeste do país.

"Os Estados Unidos sabem perfeitamente que, se incitar o Irã, suas 32 bases militares na região, assim como Israel, não ficarão a salvo de nossos mísseis, e serão destruídos", disse Zolnur.

O clérigo iraniano disse também que tanto os EUA quanto Israel sabem que um ataque ao Irã representa um risco muito alto para eles, e que, caso contrário, não duvidariam nem um segundo em atacar.

Zolnur também se referiu aos testes com os mísseis Shahab feitos pelo Irã ao longo desta semana, e disse que provocaram "um terremoto" no mundo.

"A capacidade dos projéteis iranianos é tão grande que, se os EUA lançarem algum míssil, o Irã destruirá Israel e as bases militares americanas, antes que tenha baixado o pó levantado pelo lançamento de seu míssil", ameaçou Zolnur.

As declarações ameaçadoras de dirigentes iranianos a respeito de um hipotético ataque contra as instalações nucleares no Irã se intensificaram nos últimos dias, em um claro aumento da tensão dialética. EFE msh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG