Irã afirma ter derrubado avião não-tripulado americano

Autoridade dos EUA que não quis se identificar disse que não tem indícios que a aeronave que caiu no Irã tenha sido derrubada

iG São Paulo |

As Forças Armadas iranianas derrubaram um avião não-tripulado dos Estados Unidos que violou o espaço aéreo do Irã pela fronteira leste, informou a agência estatal Irna neste domingo.

Leia também:
- Senado dos EUA aprova sanções contra Banco Central do Irã
- União Europeia anuncia novas sanções contra o Irã
- Reino Unido corta relações financeiras com bancos do Irã

Um oficial que não se identificou na reportagem alertou para uma resposta "forte e esmagadora" para qualquer violação do espaço aéreo do país por aviões de espionagem americanos.

"Um avião de espionagem não-tripulado RQ-170 americano foi derrubado pelas Forças Armadas iranianas. O avião sofreu danos menores e agora está em posse das Forças Armadas", disse o oficial, segundo a Irna. Nenhum outro detalhe foi divulgado.

Uma autoridade dos EUA disse no domingo que Washington não tem indícios de que o avião não-tripulado que caiu no Irã tenha sido derrubado. "Não há absolutamente nenhuma indicação até esse ponto de que os iranianos derrubaram esse avião", disse um funcionário, que não quis ser identificado.

O Irã está no centro de uma disputa com os Estados Unidos e seus aliados ocidentais por conta de seu controverso programa nuclear. A questão ganhou novo fôlego quando a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) publicou um relatório afirmando que a República Islâmica trabalha para obter armas nucleares . Teerã negou repetidas vezes que seu programa atômico tenha fins militares.

Os EUA, a União Europeia e o Reino Unido anunciaram sanções econômicas ao país que culminaram em um ataque de represália à embaixada britânica em Teerã na semana passada.

Em resposta, o Reino Unido retirou seus diplomatas do país e expulsou os diplomatas iranianos do território britânico. A França, em medida preventiva, também reduziu sua equipe diplomática no país persa.

Saiba mais: Relação entre o Irã e o Reino Unido é historicamente tensa

Segundo o Irã, em janeiro, dois aviões não-tripulados foram derrubados do seu espaço aéreo quando operados pelos EUA.

A República Isâmica tem frequentes ações militares, principalmente para afirmar sua capacidade de se defender de potenciais ataques dos EUA ou de Israel contra suas instalações nucleares.

Teerã tem focado parte de sua estratégia militar na produção desse tipo de aviões sem tripulação para reconhecimento de terreno e prevenção de ataques. O Irã anunciou há três anos que havia construído um avião não-tripulado com alcance de mais de 1 mil km, o suficiente para atingir Israel.

Com AP

    Leia tudo sobre: irãreino unidoeuaaviãosançõesavião não tripuladodroneespaço aéreo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG