Irã afirma que não vai interromper enriquecimento de urânio

TEERÃ (Reuters) - O Irã não vai interromper o enriquecimento de urânio mesmo que receba garantias de fornecimento de combustível nuclear do exterior, disse no domingo o ministro das Relações Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki. O embaixador do Irã na agência nuclear da Organização das Nações Unidas, Ali Asghar Soltanieh, disse na quinta-feira em Bruxelas que o Irã avaliaria uma renúncia ao enriquecimento se recebesse garantias de fornecimento de combustível do exterior.

Reuters |

Mas Mottaki, questionado no domingo se Teerã acabaria com isso após tal garantia, afirmou: "Não...A política de enriquecimento de urânio do Irã permanece inalterada. O enriquecimento vai continuar até que o Irã se torne auto-suficiente em produção de combustível para usinas nucleares".

O Irã afirma que precisa dominar a tecnologia de combustíveis nucleares para garantir o fornecimento de usinas de geração de energia nuclear. Os Estados Unidos e seus aliados europeus temem que o país esteja tentando construir bombas.

Teerã tem sofrido com sanções internacionais por se recusar a suspender o enriquecimento, processo que pode ser usado tanto para fazer combustível para reatores quanto para bombas atômicas.

(Por Parisa Hafezi)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG