Irã afirma que Israel desistiu de atacar o país por medo

Teerã, 17 abr (EFE).- O imame das orações de sexta-feira em Teerã, aiatolá Mohamad Emami-Kashani, afirmou hoje que Israel desistiu de atacar o Irã intimidado pela coesão e pela determinação do povo iraniano.

EFE |

"O sentimento de unidade que existe entre o povo iraniano e o Governo empurrou os israelenses e seus aliados a esquecer os planos de guerra", disse o clérigo na Universidade de Teerã, principal tribuna política do país.

Nos últimos meses, Israel ameaçou lançar um ataque preventivo contra alvos nucleares iranianos se o regime dos aiatolás não detivesse o polêmico programa de enriquecimento de urânio iraniano.

A comunidade internacional, com os Estados Unidos e os principais países da União Europeia (UE) à frente, acusam o Irã de esconder sob aparência civil um programa nuclear paralelo cujo objetivo é ter um arsenal de armas atômicas.

Mesmo assim, o próprio secretário de Defesa americano, Robert Gates, admitiu que um ataque da natureza que Israel propõe não seria eficaz, já que apenas conseguiria atrasar em alguns anos o programa nuclear iraniano. EFE jm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG