Irã afirma que entregou membros da Al Qaeda a seus países de origem

Teerã, 6 mai (EFE).- O embaixador iraniano no Iraque, Hassan Kazemi Qomi, disse hoje que Teerã extraditou a seus países de origem membros da Al Qaeda detidos no Irã, mas não especificou um número exato, segundo a agência iraniana Isna.

EFE |

"Teerã entregou a seus países de origem todos os membros da Al Qaeda que estavam no Irã", disse Qomi, sem dar detalhes sobre a data e as circunstâncias da detenção desses supostos membros da rede terrorista internacional.

Qomi também disse que a República Islâmica "não manteve nenhum (dos detidos) para poder utilizá-lo no futuro".

O Irã - país cujos habitantes são na maioria xiitas - mantém divergências ideológicas com a Al Qaeda, mas o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, questionou várias vezes os atentados de 11 de setembro de 2001 nos EUA, e acusou Washington de "usá-los como pretexto para invadir o Iraque e o Afeganistão". EFE msh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG